Instituto Paranaense de Direito Processual

(42)9999-9999

(42)9999-9999

HISTÓRIA

      O Instituto Paranaense de Direito Processual – IPDP resulta do esforço coletivo dos mais renomados docentes e operadores do Direito Processual do Estado do Paraná. Criado com o propósito de possibilitar um espaço de interlocução e divulgação do pensamento jurídico, em especial dentre aqueles que há décadas contribuem para a reflexão e aperfeiçoamento do processo como instrumento de acesso à Justiça. Integram o IPDP 45 – quarenta e cinco – membros fundadores, aproximadamente 150 – cento e cinquenta – membros efetivos, além de membros honorários de Outros Estados e Países, e membros beneméritos.
      Os escopos principais do IPDP são: promover o aprimoramento, a difusão e o ensino do Direito Processual no Estado do Paraná em especial, e em todo o país, mediante a realização de pesquisas, cursos, conferências, seminários e congressos; participar efetivamente do aprimoramento dos meios de solução de conflitos, inclusive o processo eletrônico, mediante a apresentação de propostas legislativas e de qualquer outro tipo de atividade; editar livros, revistas, jornais e boletins de Direito Processual, sem impressão própria; manter um sítio na internet; realizar concursos e oferecer prêmios; manter intercâmbio com organizações congêneres, nacionais, e internacionais, em especial com o Instituto Brasileiro de Direito Processual, o Instituto Ibero-americano de Direito Processual e a Associação Internacional de Direito Processual; e colaborar com instituições universitárias e de pesquisas, com órgãos públicos e instituições privadas, para a realização de projetos, pesquisas e estudos, podendo, para tanto, participar de processos de seleção e ser remunerado.
      Diante do novo Código de Processo Civil, por seus renomados membros, tem como primeira obra “Comentários ao Código de Processo Civil”, no prelo, na qual pretende apresentar à comunidade jurídica reflexões acerca da visão e das inovações do novo CPC, sem se descuidar de um olhar crítico dos seus doutrinadores sobre os desafios e das novas problemáticas que tal inovação e mudança legislativa acarretarão na prática judiciária por todos os operadores do Direito.
      Promove permanentemente intensa discussão a respeito da performance dos operadores do Direito na busca pela efetividade processual e tendências da jurisprudência com a implementação do texto.

ATENÇÃO PARTICIPANTES DO EVENTOUM TRIBUNAL PARA A AMÉRICA LATINA E O CARIBE

A coordenação informa que os certificados digitais serão enviados no e-mail cadastrado no dia 25 de setembro de 2020.