Instituto Paranaense de Direito Processual

(42)9999-9999

(42)9999-9999

NOTA TÉCNICA

      Ao terminar um curso de graduação, é comum que os profissionais queiram se manter atualizados em relação ao mercado de trabalho. Para se aprofundar ainda mais nos estudos de sua área de atuação, acabam buscando por cursos que agreguem ao currículo. Dentre as opções, podemos citar o curso de aperfeiçoamento e especialização. Você sabe qual a diferença entre eles?

      Diferenças entre curso de aperfeiçoamento e especialização
      Quando falamos sobre um curso de aperfeiçoamento e especialização, é importante entender que ambos ajudam no complemento profissional.
      Entenda a diferença entre as duas vertentes! Veja algumas especificações de cada um deles:

      O que é um curso de aperfeiçoamento?
      No aperfeiçoamento há uma carga horária menor, de 180 horas mínimas de duração. Ele é indicado para quem deseja otimizar algum aspecto específico de sua atuação.
      Ou seja, é um curso prático, voltado para técnicas que poderão ser usadas no dia a dia do trabalho.
      Para você que quer saber mais sobre cursos de Pós à distância, o ideal é começar com mais informação.

      O que é um curso de especialização?
      Já os cursos de especialização contam com duração mínima de 360 horas e é obrigatória a apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ao fim do período estudado.
      Dessa forma, pode-se comparar com um MBA (Master in Business Administration), mas sem haver, necessariamente, um apelo mais mercadológico. Ao cursar uma especialização, o profissional se torna especialista naquele tema, aprimorando seu conhecimento.
      A especialização pode ser lato sensu ou stricto sensu.
      Lato sensu: corresponde a cursos de Especialização e MBA;
      Stricto Sensu: corresponde aos cursos de Mestrado e Doutorado;
      Ou seja, podemos dizer que, com relação às diferenças de um curso de aperfeiçoamento e especialização,
destacam-se:
– No aperfeiçoamento são 180 horas mínimas, enquanto na especialização são 360 horas;
– No aperfeiçoamento não é necessário apresentar um TCC, já na especialização, é obrigatório;
– No curso de aperfeiçoamento você não recebe um título, mas, na especialização, ganha o status de especialista.

                                                                                 COMO ESCOLHER O SEU TIPO DE PÓS
      O que ambos têm em comum?
      Tanto um curso de aperfeiçoamento como de especialização se encontram na modalidade lato sensu, em que estão enquadrados os cursos de sentido mais amplo. Ambos também têm o intuito, de modo geral, de atualizar o profissional perante o mercado de trabalho e sua área de atuação, enriquecendo seus conhecimentos e aprimorando o currículo.
      Portanto, sua escolha deve depender do que você deseja para seu futuro profissional. Opte por aquele que mais tem relação com seu perfil! Encontre opções de cursos de Pós-Graduação no IPDP – Instituto Paranaense de Direito Processual.